Portal Campo Aberto agricultura e m�quinas
En Es

Revista modo texto - Edio: 102

NOTCIA - Massey desde criancinha

Da dcada de 1980, Fbio Yasuhiro Kuroda guarda na memria o sentimento que antecedia a chegada de um novo trator na fazenda de seu pai. Hoje, com 41 anos
e administrando propriedades que somam mais de 1,6 mil hectares, o empresrio sada sua relao com a Massey Ferguson, sendo o primeiro cliente a gravar um depoimento na cabine do concurso cultural Sua Histria com a Massey Ferguson. Os vdeos inscritos concorrero a uma viagem fbrica da marca na Frana. A escolha do melhor vdeo ser feita pelos internautas. A cabine ficou disposio dos clientes para gravao durante toda a Coopavel, na Expodireto e demais eventos do agronegcio com a participao da fbrica. Para conferir outros vdeos gravados, os usurios podem entrar no hotsite:
www.massey50anos.com.br.

Miniatura em madeira


Funcionrio da concessionria Stfani, autorizada da MF na cidade de Jaboticabal (SP), Adilson Jos Aqua confeccionou uma rplica em madeira da colheitadeira MF 5650. A miniatura de 3 kg exibe visualmente todos os detalhes da mquina original, inclusive uma pequena plataforma de corte e detalhes na cabine de operao. Utilizando a madeira compensada que serve de embalagem para os materiais do setor de peas em que trabalha, Adilson levou quatro meses para completar a rplica.

Massey Ferguson presente na educao

Em parceria com a Fundao Agrcola Teutnia (FAT) a concessionria Samaq, autorizada da Massey Ferguson entregou, em 22 de maro, uma colheitadeira MF 5650 Advanced adquirida pelo Colgio Teutnia, que mantido pela FAT no municpio homnimo. A mquina auxiliar as aulas do curso tcnico em agropecuria da instituio e garante aos estudantes uma oportunidade de estar em contato com as tecnologias de colheita mais modernas.


Depois de mais de 30 anos de operao, a antiga colheitadeira do Colgio Teutnia est sendo substituda pela mquina da Massey Ferguson. Presidente da FAT, Siegmundo Schlabitz destaca os recursos e a tecnologia da nova colheitadeira. Alm de contribuir significativamente para ganhos de produo agrcola, com menos perda de gros, tambm menos poluente, mais econmica, conta com tecnologia de ponta e possui menor custo de manuteno, comemora o gestor. A relao de parceria da Massey Ferguson com a Fundao no uma novidade. Antes da entrega da colheitadeira, a marca j havia renovado o parque de mquinas do Colgio com trs tratores (MF 283, MF 255 e MF 5275).


Durante o curso, os alunos realizam atividades de produo animal, vegetal, paisagstica e agroindustrial, desenvolvendo competncias que assegurem condies de identifcar, planejar, organizar e monitorar as atividades peculiares das reas a serem implementadas.


Concessionrios MF so homenageados em Araatuba


Os irmos Kosuke e Riromassa Arakaki foram homenageados pelos seus 30 anos de atuao no setor da agroindstria da cana-de-acar. Os dois so gestores do Grupo Arakaki, composto por seis empresas que atuam em diversos segmentos, como agroindstria, comrcio e servio. Entre suas operaes esto concessionrias da marca Massey Ferguson em So Paulo e Minas Gerais. Os empresrios foram lembrados na noite de premiao do trofu CanaSauro. O prmio promovido pela Safra Evento foi criado em 2008 e confere uma homenagem aos profissionais que, por mais de 30 anos, dedicam-se ao segmento.

Participe


Ajude a fazer a Campo Aberto. Envie sugestes, comentrios ou notcias que voc gostaria de ver publicada em nossa revista. Para fazer parte das cartas do leitor, basta nos contatar pelo e-mail campo.aberto@sa.agcocorp.com ou enviar cartas para Avenida Guilherme Schell, 10260. CEP: 92420-000 Canoas, RS - Brasil, aos cuidados do setor de Marketing.

Prmio para jornalistas


O Prmio Massey Ferguson de Jornalismo chega a sua 10 edio com duas novas categorias e novos formatos para inscries. De 8 de abril a 15 de julho, jornalistas podem enviar seus trabalhos pelo correio ou, pela primeira vez na histria do prmio, por e-mail. Outra forma de inscrio com o depsito da documentao diretamente em um totem do prmio nas concessionrias matrizes da Massey Ferguson pelo Brasil. Anualmente a premiao dividida em cinco categorias (televiso, internet, jornal, revista e fotografia). No ano do cinquentenrio da marca, sero duas novas categorias contemplando o futuro do agronegcio. A novidade ser dividida em estudantes e profissionais. A edio 2011 do prmio distribuir R$ 52 mil aos vencedores. As informaes para a inscrio podem ser conferidas no blog www.premiomassey.blogspot.com.

Boa participao no Show Rural 2011

A Massey Ferguson finalizou sua participao no Show Rural Coopavel, em Cascavel (PR), mantendo os bons resultados do ano anterior. Entre as novidades preparadas para o restante de 2011, estiveram o pr-lanamento do primeiro pulverizador com a marca MF no mundo e a ampliao da oferta em agricultura de preciso, alm da consolidao das novas sries de tratores e colheitadeiras lanadas no ltimo ano.


Outro avano projetado pela marca durante o Show Rural foi sua entrada no mercado de pulverizadores, com o pr-lanamento do modelo MF 9030.


Trabalhamos projetando a ampliao da nossa liderana de mercado no segmento tratores e o crescimento entre as colheitadeiras com a consolidao do Programa Mais Alimentos, revelou o diretor comercial da marca, Carlito Eckert.

Massey Ferguson: quando antigos e novos sonhos se encontram


O agricultor Joo Perez, de 74 anos, proprietrio do Stio So Joo, em Estrela DOeste (SP), recebeu em fevereiro a chave de sua mais nova aquisio: um Massey Ferguson 4275, adquirido na concessionria Arakaki. At ento, um Massey Ferguson ano 65 o ajudava na lida do pomar de 4 mil ps de laranjas. Perez fez questo de que a reportagem fosse at sua propriedade fotografar os seus dois MF, um ao lado do outro.

Histria preservada


O trator MF 50 X que comeou todos os trabalhos de preparao de solo e plantio na Embrapa Arroz e Feijo, criada em Goinia (GO) e depois transferida para Santo Antnio de Gois (GO) foi todo reformado pela concessionria Jumasa Agrcola e Comercial de Juara (MT) e entregue instituio de pesquisa na terceira semana de maro. A reforma durou 90 dias. A mquina foi toda desmontada pelos mecnicos da revenda, que refizeram o motor, a caixa de cmbio, o sistema hidrulico e o embuchamento da balana do eixo dianteiro. O equipamento, adquirido em 1974, tambm ganhou pneus novos. Fizemos questo de preserv-lo, pois ele parte da nossa histria, destaca o pesquisador em mecanizao agrcola Jos Geraldo da Silva.

Memria nacional

Com um forte aporte financeiro, a Massey Ferguson uma das principais apoiadoras do Parque Histrico do Carambe, Ponta Grossa (PR). Inaugurada nos primeiros dias de abril, a estrutura conta com um museu de implementos agrcolas que ser recheado com mquinas da Massey Ferguson. A regio da Serra dos Campos Gerais considerada pioneira na tecnologia do plantio direto no Brasil e com reconhecida influncia de imigrantes vindos da Holanda. O ano de 2011 tambm marca os 100 anos de imigrao holandesa em territrio brasileiro.

J na inaugurao do Parque, realizada de 1 a 4 de abril, a Massey Ferguson se fez presente com um estande destacando suas principais mquinas e tambm participando do desfile inaugural.

Marca mais lembrada

A marca Massey Ferguson foi reconhecida como a mais lembrada do segmento implementos e mquinas agrcolas na 13 edio da pesquisa Marcas de Quem Decide. Os resultados apuram entrevistas com 508 empresrios e executivos das maiores empresas do Rio Grande do Sul.

O levantamento realizado pela Qualidata Pesquisas e Conhecimento Estratgico teve seus resultados divulgados em coletiva de imprensa na manh do dia 1 de maro. Com 21,3% dos empresrios indicando a marca como mais lembrada, a Massey Ferguson recebe sua primeira premiao no ano do cinquentenrio de fabricao de seus produtos no pas.

Editorial - 50 anos. E isso s o comeo.

O ano de 2011 um marco para a Massey Ferguson no Brasil. Celebramos nossos 50 anos registrando a liderana ininterrupta nas vendas de tratores. Apenas no ano passado, comercializamos 17.085 unidades, mais de 30% dos negcios realizados no mercado. Os bons nmeros no so por acaso, mas resultado de um intenso trabalho para suprir as demandas do produtor. E para atend-las que estamos trazendo para o mercado novos tratores como os trs modelos compactos que complementam a Srie MF 4200, ideais para quem precisa de potncia e facilidade de manobra. Assim como o modelo Florestal nas verses agrcola e autocarregvel, que amplia o port­flio de tratores pesados da Srie MF 7100.


Aprendemos que a evoluo tecnolgica fundamental para que agricultura possa colher bons frutos, por isso, estamos sempre projetando novas formas de facilitar a vida do homem do campo. Desenvolvemos, ento, o sistema de telemetria AGCOMMAND, que permite um monitoramento detalhado distncia, com posicionamento, desempenho e eficincia operacional de uma mquina em campo, possibilitando ao produtor o controle da sua lavoura onde ele estiver. E tem mais.


A partir de agora, com o lanamento do primeiro pulverizador com a marca Massey Ferguson no mundo que ser fabricado no Brasil , garantimos presena em todo o processo produtivo da agricultura, completando nossa contribuio no processo de mecanizao da lavoura.


No Brasil, comemoramos, alm de meio sculo de uma parceria bem-sucedida com os produtores, o crescimento do Pas, que h uma dcada registra aumento na produtividade de suas terras. Dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) apontam que a safra nacional de gros no ciclo 2010/2011 deve alcanar 153 milhes de toneladas, um aumento de 2,6% em relao safra passada. 


Para que esses nmeros sejam possveis, alm da mecanizao, os produtores nacionais tm investido cada vez mais em mo de obra especializada e em uma gesto profissionalizada, assunto que tema desta edio da Campo Aberto. Em nossa revista ainda contamos a histria da famlia de Paulo Baier, que ama o campo, e no s o de futebol.


Esperamos que as informaes que trazemos ajudem no dia a dia de nossos leitores e os convidamos para semear nossas prximas edies. Participe, mande suas sugestes por e-mail ou carta, os endereos podem ser conferidos na pgina 7.
Boa leitura.


Jak Torretta
Diretor de Produtos AGCO Amrica do Sul

EM CAMPO - Pequeno com motor potente

Especialistas em mecanizao agrcola da Universidade Federal de Santa Maria e produtor de pssego de Pelotas (RS) testam MF 4275 Compacto e aprovam o novo trator configurado para trabalhar na produo de frutas, caf, flores e hortalias.

Um pomar de pssego foi a rea escolhida pela Massey Ferguson para o test drive do MF 4275 Compacto realizado no dia 28 de janeiro pela revista Cultivar Mquinas. Localizada na Colnia Jlio de Castilhos, em Pelotas (RS), a propriedade de 24 hectares de Valdirnei Hauermam de Souza considerada modelo na regio.
Assim que o trator chegou, dois dias antes da avaliao da revista que seria feita por trs especialistas em mecanizao agrcola da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), foi experimentado por Valdirnei de Souza, 52 anos, cliente Massey Ferguson h quase 40 anos, nas reas dobradas de sua propriedade.

O produtor, que h poucos dias havia concludo a colheita de 220 toneladas de pssego, destacou a fora, a potncia e o fcil acesso s palancas do MF 4275 Compacto. Ele tambm mais silencioso e tem um freio excelente. ideal para a minha produo, constatou Valdirnei de Souza aps conhecer o novo trator da Srie MF 4200.
Antes do test drive com o MF 4275 Compacto, com bitola mnima inferior a 1,15 m, o mecnico Jlio Fernandes Cardoso, 56 anos, da concessionria Cimma, virou o disco central da roda, o que aumentou em 30 cm a distncia entre os pneus. O objetivo foi adequar o trator declividade muito acentuada do terreno.

A avaliao da revista Cultivar Mquinas foi realizada por Jos Fernando Schlosser, 54 anos, professor e Diretor do Ncleo de Ensaios de Mquinas Agrcolas da UFSM, pelo aluno da graduao de Agronomia, Marcelo de Farias, 22 anos, e pelo doutorando em Engenharia Agrcola Daniel Uhry, 28 anos.
Concepo moderna O MF 4275 Compacto um trator pequeno com motor potente. muito bom para o caf. Os tratores compactos atualizam a Srie MF 4200. Eles mantm a motorizao confivel e adotam uma concepo moderna, com arco de segurana, conforme determina a Norma 31 do Ministrio do Trabalho e Emprego, avalia Fernando Schlosser.

J o estudante de Agronomia Marcelo Silveira de Farias achou o novo trator compacto da Massey Ferguson confortvel com todos os comandos disposio: Alm do fcil acesso, o raio de giro dele muito bom. O acesso ao posto de comando excelente, com degrau. A visibilidade boa, com cano de descarga na parte inferior e com silenciador.
Com peso acoplado para melhorar a manobrabilidade, os novos compactos da Massey Ferguson so produtos versteis para diversas culturas que necessitam de facilidade de manobra, como frutas, caf, flores e hortalias. Eles tm TDP com rotao nominal de 540 rpm. e sistema hidrulico com capacidade de levante na rtula de 2100 kgf.

Os tratores MF 4265 (65 cv), MF 4275 (75 cv) e MF 4283 (85 cv) saem de fbrica com transmisso deslizante 8x2, mas tambm esto disponveis com transmisso sincronizada 12x4. As alavancas so centrais. H ainda uma verso creeper para trabalhos que exigem velocidade mais reduzida com alta rotao.
Mais Alimentos O MF 4265 Compacto e o MF 4275 Compacto esto disponveis atravs do Programa Mais Alimentos do Ministrio de Desenvolvimento Agrrio (MDA). O trator compacto traado excelente para esta regio de coxilha, destaca Evair Ehlert, 45 anos, extensionista rural na rea de mecanizao da Emater que atende a regio de Pelotas (RS).

Segundo Nilson Loeck, 65 anos, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Pelotas e do Sicredi Zona Sul, a modernizao da agricultura necessria na regio. J melhorou, mas precisa continuar melhorando. Em Pelotas existem 5 mil famlias de pequenos agricultores, informa Loeck.


Tambm acompanharam o test drive do trator MF 4275 Compacto realizado pela revista Cultivar Mquinas o engenheiro agrnomo Roberto Lees Simch, 56 anos, extensionista Rural da Emater, e Rejane Ribeiro da Silva, 55 anos, engenheira agrcola da Secretaria de Desenvolvimento Rural de Pelotas.

FAMLIA MASSEY FERGUSON - Paulo Baier, homem do campo

Tradio no campo comeou com os avs, imigrantes alemes e agricultores,
h mais de 60 anos


Um dos maiores goleadores do futebol moderno, o meia-atacante Paulo Baier at hoje divide as atenes entre suas duas paixes de infncia: a bola e a lavoura.


Aos 36 anos, o jogador do Atltico Paranaense diz estar prximo de pendurar as chuteiras mas j visualiza uma aposentadoria agitada em sua cidade natal, a pacata Iju, na regio Noroeste do Rio Grande do Sul.


O atleta acompanha de longe o dia a dia na fazenda, por telefone e via internet, mas qualquer folga ou perodo de frias motivo para ir tratar pessoalmente dos negcios da famlia. O gosto pela agricultura uma herana dos avs paternos, que chegaram ao Estado na dcada de 1950, vindos da Alemanha. Seu av Alberto Baier, 88 anos, um dos mais tradicionais agricultores da regio. Mesmo com a sade debilitada, ainda comum v-lo com uma enxada em mos, ajudando os netos a arar a terra. Hoje os tempos so outros, no incio era uma dificuldade, porque a rea era pequena e tnhamos pouca estrutura. Mas no perdi o gosto pela coisa, diz seu Alberto.


Colonizada por 18 etnias, Iju ostenta o ttulo de Terra das Culturas Diversificadas. So dezenas de pequenas propriedades dividindo espaos ao longo da zona rural do municpio de 80 mil habitantes. A propriedade da famlia Baier, localizada entre a regio das Misses e o Planalto Mdio gacho, tambm caracterizada pela diversificao.


Beneficiadas pelo clima subtropical da regio, as plantaes de soja, milho, aveia, trigo e cevada enchem os olhos ao longo de 150 hectares. Com o jogador longe, quem supervisiona as atividades no campo seu irmo Eder, 30 anos. Ao contrrio de Paulo, ele abandonou a carreira no futebol ainda jovem. No iria me render bons frutos, ao contrrio da lavoura, compara.


O rduo trabalho dirio ganhou um reforo de peso no final do ano. A famlia decidiu ampliar sua frota de tratores, adquirindo um modelo MF 4297, da Massey Ferguson. Era preciso mais fora, mas com qualidade. Fizemos a melhor escolha, comemora o jogador. A mquina est sendo usada especialmente na atividade de preparo do solo, plantio e colheita da silagem. Para comemorar a entrega do trator, a fbrica e a concessionria Redemaq promoveram uma entrega especial nas terras dos Baier.
O novo modelo de 120 cv se uniu ao MF 85X e MF 290. O novo trator utiliza um motor de quatro cilindros AGCO Sisu Power turboalimentado. A fora, a economia, o design moderno e o conforto so as principais caractersticas da Srie MF 4200, lanada no mercado na faixa de potncia entre 65 cv e 130 cv.


Investimento na lavoura


O jogador no esconde suas aspiraes pelas coisas do campo. Muitas vezes deixei de comprar imveis em reas nobres para ampliar nossas terras e a mecanizao agrcola. No me arrependo de nada, pelo contrrio, declara o experiente dono da camisa 10 e capito do Atltico-PR.


Ele sempre gostou de dirigir o trator, desde pequeno, e sabe como cada etapa da plantao e da colheita. a que a gente v porque at hoje investe em agricultura, comenta o pai do atleta, seu Elemar, de 64 anos.


A pecuria, outra atividade iniciada pelos Baier h pouco mais de trs anos e que ainda est em segundo plano, deve ganhar especial ateno nas prximas temporadas. Em uma rea anexada fazenda, so criadas ovelhas e 52 cabeas de gado holands, destinados ao corte e produo de leite. A ideia ampliar esse nmero para 100 bovinos, adianta Baier. Diariamente, so produzidos 1,2 mil litros de leite, comercializados entre cooperativas de Iju e arredores.


A vitoriosa carreira do jogador abriu portas para toda a famlia. A pequena casa de madeira deu lugar a uma residncia robusta, com piscina e campo de futebol. At os animais foram beneficiados com um gigantesco galpo de alimentao.
A produo anual da colheita de 45 toneladas de milho e 100 toneladas de soja, alm de 2 mil sacos de cevada e outros 2 mil de trigo.


Aposentadoria no Atltico


Casado com Fernanda h 14 anos e pai de Paola, 8, e Jlia, 3, Baier mora em Curitiba desde o seu acerto com o clube paranaense. Um dos artilheiros da era do campeonato dos pontos corridos, tambm se destaca pelo poder de servir aos companheiros com passes precisos, principalmente nas bolas paradas.


O experiente meio-campista est entusiasmado com sua passagem pelo Atltico. Ao final da temporada 2010, renovou seu contrato com o clube da Baixada por mais dois anos. Baier revela que pretende continuar e at, possivelmente, encerrar sua carreira no clube, no descartando a possibilidade de um dia ser dirigente. Um dos aspectos que mais o motivam o reconhecimento do torcedor atleticano. O carinho da torcida muito grande e o clube possui uma estrutura invejvel. Estou de bem com a vida, diz.


Futebol na lavoura


A exemplo da maioria dos jogadores de renome do futebol brasileiro, Paulo Baier teve uma infncia sofrida. Antes de se destacar nos estdios de grama bem aparada pelos quatro cantos do pas, aprendeu a dominar a bola em descampados de barro e traves improvisadas beira de laranjais, em Iju. Trabalhava pesado na enxada at o jogo comear e ainda tinha flego para correr.


Em 1994, conseguiu uma chance no Esporte Clube So Luiz, clube pelo qual ganharia destaque na primeira diviso do Campeonato Gacho. Eu morava a 28 quilmetros do clube, no interior. s vezes no tinha dinheiro para o nibus, ento pegava carona, recorda.


Depois de algum tempo, Baier passou a residir nas dependncias do clube. A rotina foi mantida por quatro anos at o meia assinar o seu primeiro grande contrato, com o Cricima, em 2003. Foi o grande destaque do clube catarinense no Campeonato Brasileiro daquele ano, sendo ento desejado por diversos clubes do Brasil. Na ocasio, acertou com o Gois, onde foi o grande destaque no Brasileiro de 2004 e conquistou o prmio Bola de Ouro da revista Placar. Baier iniciou sua carreira como lateral-direito e se adaptou meia cancha com o passar dos anos. Jogou ainda pelo Palmeiras, Botafogo, Atltico Mineiro, Vasco da Gama, Amrica-MG, Pelotas, Gois e Sport.

Fruticultura - Quando Renovar a frota de tratores?

A intensificao do uso da mecanizao na agricultura vem exigindo novos investimentos em mquinas com maior potncia e tecnologia incorporada para atender as diversas demandas das atividades rurais. Do ponto de vista da empresa, medida que o nmero, o tamanho e a complexidade das mquinas aumentam, mais importante se torna o impacto do gerenciamento desse sistema sobre a rentabilidade do negcio.


O mtodo do Custo Anualizado Equivalente (CAE) permite determinar a idade de substituio de tratores a partir do custo operacional e do fluxo de caixa de cada trator. uma ferramenta eficiente na anlise da vida econmica das mquinas e na determinao do ponto de renovao de uma frota.

A otimizao do desempenho dos sistemas mecanizados passa necessariamente por questes que requerem um adequado entendimento das relaes existentes entre os aspectos tcnicos e econmicos da mecanizao. No caso de tratores agrcolas, o acompanhamento sistemtico do desempenho e os clculos dos custos operacionais, ao longo da vida til, so fatores fundamentais para seu uso racional.
Qualquer mquina pode ter a sua vida til prolongada, no fosse o fato de ficar obsoleta e de que os custos operacionais, a partir de determinado instante, tornarem anti-econmico seu uso. A partir de ento a mquina deve ser substituda.

O desgaste fsico de uma mquina, no entanto, no sinnimo de obsolescncia. O primeiro depende de condies difceis de serem estabelecidas, como seu tempo de servio, a freqncia em que sofre panes e paralisaes e flutuaes na eficincia operacional. A obsolescncia depende da taxa de progresso tecnolgico e tende a ser o fator bsico no estudo da substituio e retirada de uso de um equipamento.
Sua importncia advm do fato de que com uma substituio prematura o proprietrio pode se desfazer de um bem antes do perodo de recuperao do capital e se tardia, esse bem pode descapitalizar-se, em virtude dos elevados custos operacionais e de manuteno, alm do reduzido valor de revenda do equipamento. Este um problema complexo, uma vez que exige conhecimentos da rea econmica e de engenharia mecnica.

Um outro aspecto que dificulta a determinao do ponto de substituio de tratores o fato de poucas empresas agrcolas possurem registros de dados referentes aos gastos e desempenho da frota de tratores ao longo de sua vida til, o que impede o acompanhamento sistemtico e estudos para tomada de deciso.
O monitoramento dos custos atravs do mtodo do Custo Anualizado Equivalente (CAE) permite a antecipao da troca dos equipamentos atravs de simulaes, com a realizao de projees futuras dos custos. Ao considerar-se a vida til de um trator em 10 anos, incorre-se em deciso precipitada e inconsistente, pois deve-se levar em considerao o nmero de horas de trabalho ao ano e o tipo de trabalho realizado.

* Pesquisadora do Instituto de Economia Agrcola da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de So Paulo*

*Pesquisadora do Instituto de Economia Agrcola da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de So Paulo Marli Dias Mascarenhas Oliveira*

GERAO MASSEY FERGUSON - A importncia da mecanizao

Professor espanhol avalia atual panorama do setor no Brasil e lamenta carncia de infraestrutura.


Maquinrio agrcola a especialidade do doutor em Engenharia Agrcola e professor da Universidade Politcnica de Madri, Luiz Mrquez Delgado, 68 anos. Referncia mundial no assunto, o pesquisador espanhol recentemente percorreu diversas regies do Brasil, onde ministrou cursos e palestras sobre a importncia da mecanizao nas pequenas propriedades.


Em Canoas (RS), o professor visitou a fbrica de tratores da AGCO do Brasil. Delgado saiu impressionado com a extensa linha de produo e a modernidade da unidade, que produz veculos da Massey Ferguson, e aproveitou a visita para comentar o atual panorama do setor no Brasil.


Segundo relatrio publicado pela Agncia para Agricultura e Alimentao das Naes (FAO) e a Organizao para a Cooperao e Desenvolvimento Econmico (OCDE), o pas puxar a produo agrcola nesta dcada. O professor concorda. O Brasil quase um continente nesse quesito e poder ser o grande celeiro do mundo, teoriza. De acordo com ele, a economia da Amrica Latina vai recuperar-se mais rapidamente da crise mundial, porque produz matria-prima alimentcia. A possibilidade de exportao de alimentos para a China, por exemplo, uma tima alternativa, diz. Segundo o especialista, o Brasil certamente vai se expandir, devido vantagem de suas vastas dimenses. Mas para ampliar sua competitividade, o pas ter de enfrentar o seu ponto crtico: a carncia de infraestrutura. Aderir ao maquinrio muito vivel nos dias de hoje, completa.
Assim, Delgado defende a mecanizao entre os pequenos produtores rurais, onde predominam a horticultura e a fruticultura. A agricultura uma atividade econmica fundamental para a sociedade. E a mecanizao agrcola, quando bem planejada, favorece o desenvolvimento econmico e social, afirma o professor.


Tratores com uma potncia considerada mdia (50cv) so ideais para o trabalho em propriedades com menos de 40 hectares, avalia Delgado. Isso pode aumentar a produtividade em at quatro vezes em relao produo manual, mantendo baixo custo de manuteno, analisa ele, alertando que se deve avaliar o tamanho do trator em relao ao tamanho das propriedades em que sero utilizados. Produtores rurais que no tm condies de adquirir um trator podem fazer uso comum de maquinrio atravs de cooperativas ou empresas prestadoras de servio.


A cultura da cana-de-acar uma das mais visadas pelo pesquisador. Segundo ele, o setor usineiro j no depende exclusivamente da mo de obra humana para realizar o corte da cana. No preciso manejar manualmente, j existem tecnologia e conhecimento suficientes. A mecanizao no s aumenta o rendimento operacional do procedimento como tambm reduz seu impacto ambiental, por dispensar a queima de resduos, justifica Delgado.

Gesto Rural - A arte de administrar pessoas

Investir em capacitao e treinamento mantm funcionrios atualizados e aprimora competncias no campo. Com a produo agrcola brasileira batendo recordes de crescimento, garantir a qualidade e a produtividade cada vez mais importante. Se a mecanizao da lavoura fundamental, a qualificao da mo de obra, seja na lida do campo, seja na administrao, essencial para o sucesso nos negcios. Azeitar as engrenagens com a colaborao de profissionais cada vez mais especializados e multidisciplinares, nada mais do que adaptar prticas de gesto aliadas ao conhecimento tcnico.


H mais de 20 anos trabalhando com gesto e treinamento, o engenheiro agrnomo e pesquisador do Instituto Rio-Grandense do Arroz (Irga), Valmir Gaedke Menezes, acredita que a capacitao fundamental na atividade rural e passa por diferentes segmentos. Para o especialista, onde no h capacitao existe muita dificuldade de implantar tecnologia. Hoje, ns temos equipamentos sofisticados na lavoura e existe pouco treinamento para executar essas tarefas, como operar tratores, destaca.
O administrador rural, assim como o gerente de uma fbrica, precisa conhecer profundamente essa inter-relao para as tomadas de deciso, com o objetivo de obter melhores resultados econmicos, sustentveis e sociais, mantendo a produtividade da terra e o bom relacionamento da equipe de trabalho.


No caso da propriedade rural, preciso conhecer a terra, as pessoas, as mquinas, os equipamentos, as instalaes, os fornecedores e os clientes. Depois disso, o administrador precisa estabelecer estratgias, mobilizando sua equipe e todos os recursos, analisando e identificando as oportunidades e ameaas do ambiente e os pontos fortes e fracos da propriedade rural.


preciso envolvimento


Somente no manejo integrado da cultura do arroz, o Irga j capacitou mais de dez mil funcionrios de granjas, mas Menezes ressalta que, antes de tudo, preciso planejamento e envolvimento das pessoas nas metas de produtividade e reduo de custos. Para ter autonomia preciso capacitao e, fundamentalmente, planejamento estratgico, enfatiza. Saber delegar cada vez mais uma necessidade dentro de uma organizao, principalmente no que se refere gesto de pessoas. , basicamente, confiar sua autoridade a outros, o que significa que eles podem agir e tomar iniciativas independentes e assumir responsabilidades na realizao das tarefas. Todos devem saber qual o seu papel e o administrador deve compartilhar metas. As empresas ou propriedades que no trabalham com esse processo acabam ficando para trs, sentencia Menezes.


Capacitao para o mercado


Referncia em pesquisa agrcola no Brasil, a Fundao de Apoio Pesquisa Agropecuria do Mato Grosso (Fundao MT) tem um papel muito importante na capacitao de profissionais para o agronegcio no Brasil. O modelo de gesto adotado pela entidade contribui para o incremento do agrobusiness no Estado, h 17 anos. Segundo o engenheiro agrnomo Sandro Romo Viana, gestor de Desenvolvimento e Treinamento da Fundao MT, preciso suprir a procura por profissionais cada vez mais especializados e qualificados tecnicamente, no s em conceitos agronmicos, mas tambm na gesto administrativa, de mercado e de pessoas. O perfil desse profissional multidisciplinar com conceitos ampliados em todas essas reas, define.


A Fundao MT, juntamente com a Tropical Melhoramento & Gentica (TMG), trabalha com um projeto de treinamento e desenvolvimento de pessoas, no mbito interno e externo, visando a alcanar profissionais voltados ao agronegcio. O projeto, em parceria com diversas empresas agrcolas, busca captar e atrair talentos nas universidades de todo o pas. So agrnomos em final de curso a fim de atuar no mercado da regio Centro-Oeste, Mato Grosso e estados vizinhos, informa Viana. Os profissionais so direcionados para o programa de trainee, com durao de um ano. A cada dois meses acontece uma reunio onde eles recebem treinamentos em diversas reas como Melhoramento Gentico, Proteo de Plantas, Monitoramento e Adubao, Sistema de Qualidade em Sementes, Fitopatologia, Doenas e Pragas, Melhoramento do Algodo e Difuso Tecnolgica, descreve.


Viana conta que o projeto tem parceria com produtores rurais. A novidade que agora ele tambm acontece fora da Fundao, o que colabora na qualificao e proporciona uma experincia maior em nvel conceitual. O gestor ressalta, no entanto, que o projeto no focaliza alunos apenas na regio Centro-Oeste. Captamos alunos tambm no Sul e no Sudeste, afirma.

MANUAL DO OPERADOR - Lavoura que no para, produtividade que cresce

Boas prticas no trabalho dirio, aliadas a um novo sistema de manuteno, garantem mquinas operando por mais tempo


Uma mquina em desuso na lavoura em poca produtiva uma situao indesejada. Para evitar que algum problema mecnico cause uma parada repentina na operao, devem ser observados alguns aspectos de fcil controle e resultado eficiente.


Os componentes que demandam uma observao constante incluem: pontos de lubrificao, lubrificantes aditivos recomendados e filtros, cuidados com o funcionamento do motor, eixos dianteiro e traseiro, direo, embreagem, sistema eltrico, lastreamento do trator e a conservao em perodos inativos. O coordenador do atendimento e suporte tcnico rede Massey Ferguson, Omar Zilch, explica que quando a manuteno, seja ela preventiva, seja peridica, feita com os devidos cuidados, seguindo as recomendaes do fabricante, a vida til do equipamento se prolonga e as despesas de reparos e os custos de manuteno diminuem.


O especialista da Massey Ferguson salienta que uma das principais dicas para o operador e proprietrio de uma mquina agrcola o hbito da leitura do manual do operador. Infelizmente, por falta de conhecimento de princpios bsicos que operadores, de um modo geral, cometem erros e acabam gerando prejuzos bastante significativos que poderiam ser evitados, ressalta o coordenador.


Ainda, segundo Zilch, importante que reparos sejam realizados somente em oficinas autorizadas e reconhecidas pela fbrica. A medida d a certeza de que as peas de reposio sejam originais e que a mo de obra empregada seja qualificada. Para um atendimento de excelncia, a marca coloca disposio da rede de concessionrias uma inovao tecnolgica em diagnstico.


Novo sistema de diagnstico


Com o objetivo de agilizar e tornar mais preciso o diagnstico de avarias nas mquinas, a Massey Ferguson est implementando o sistema EDT (Ferramenta de Diagnstico Eletrnico, na sigla em ingls). Com o novo equipamento, o tcnico responsvel pela manuteno da mquina poder diagnosticar e gerar relatrios que podero ser apresentados ou enviados a partir do EDT.


O diagnstico preciso agiliza a identificao e soluo do problema pelo tcnico da concessionria, minimizando o tempo de manuteno e prejuzos de mquina parada na lavoura. A tecnologia permite uma manuteno objetiva, sem tentativas frustradas. uma identificao direta do problema, o que acelera o retorno da mquina ao trabalho, descreve o coordenador do Ps-Venda da Massey Ferguson, Guilherme Gomes, que revela que a novidade deve estar disponvel em 35 concessionrias da rede autorizada at o final de 2011.


Pioneira no uso do sistema, a concessionria Redemaq, com operaes no Rio Grande do Sul e Santa Catarina, colhe os frutos da inovao. Lus Carlos Drabik, coodernador de servios da revenda, destaca a capacidade da identificao de problemas especficos, que levariam horas por mtodos convencionais, em poucos minutos. O EDT hoje essencial para manuteno de tratores como os da srie MF 7000 Dyna-6, reconhece Drabik. A Redemaq conta com o sistema em sua loja matriz, no municpio de Santo ngelo, interior do Rio Grande do Sul. Segundo o coordenador de servios, o projeto que o sistema inclua todas as operaes da Redemaq em um futuro prximo.


Na Redemaq, outra inovao saudada. A mobilidade da plataforma do terminal EDT, em formato de Tablet PC (computador com tela sensvel ao toque), possibilita que alguns diagnsticos e reparos sejam realizados sem a necessidade da presena do trator na oficina Redemaq, em Santo ngelo. Em alguns casos especficos, levamos o terminal at uma de nossas filiais para o atendimento ao cliente daquela determinada regio, relata Drabik.


A ferramenta, inicialmente, utilizada em tratores com sistemas eletrnicos embarcados, alm do pulverizador MF 9030.


A proposta da Massey Ferguson incluir colheitadeiras e novos tratores nos prximos meses. Outra inovao que o EDT recebe atualizaes direto da fbrica, o que garante as ltimas tecnologias de diagnstico.


AGCO Parts


Para garantir um bom desempenho das mquinas, a Massey Ferguson oferece as peas genunas AGCO Parts. Os componentes so projetados e desenvolvidos seguindo rgidos critrios de fabricao com base nas caractersticas tcnicas e construtivas dos produtos da marca. A matria-prima utilizada nos processos de fabricao das peas e o armazenamento passa por rigoroso processo de qualidade assegurando que os equipamentos no percam segurana, durabilidade, produtividade e desempenho compatveis com os padres exigidos mundialmente.


Atualmente, a AGCO Parts mantm um centro de distribuio no Estado de So Paulo, com capacidade de armazenamento de mais de 80 mil itens. A localizao favorvel assegura a agilidade na distribuio das peas para todos os equipamentos da marca na Amrica do Sul, Central e Caribe.

MATRIA DE CAPA - Robusto e eficiente

A Massey Ferguson amplia sua linha de produtos em 2011, quando comemora 50 anos de presena da marca no Brasil. Os principais lanamentos so o pulverizador autopropelido de 3 mil litros MF 9030 com Sistema Flex Frame, trator Florestal configurado para a silvicultura e trs modelos Compacto que complementam a Srie MF 4200.

Robustez, tecnologia e alta performance so as principais caractersticas do novo MF 9030. Autopropelido com vo livre de 1,50 m no eixo tanto com rodado 320/85R38 quanto com o rodado 380/90R46, o MF 9030 foi desenvolvido pela Massey Ferguson no Brasil com o know how e a tecnologia Flex Frame do Rogator, lder de mercado nos Estados Unidos e considerado o melhor pulverizador do mundo.


O projeto do pulverizador autopropelido da Massey Ferguson comeou a ser desenvolvido no Brasil em 2008 e chega agora ao mercado da Amrica do Sul aps mais de 3,5 mil horas de testes no campo. Seis prottipos e um lote piloto com 10 pulverizadores esto sendo testados por clientes. Um deles trabalhou nas lavouras de soja, milho, trigo e cana-de-acar da Fazenda Canad, em Nova Ftima (PR).


Trabalhamos durante nove meses com um dos prottipos do MF 9030 na aplicao de herbicida, inseticida e fungicida. Fizemos uma mdia de 250 hectares por dia, que para nossa topografia um timo rendimento. O equipamento muito bom. A parte de pulverizao muito boa. Mas o que me deixou mais satisfeito foi a sua resistncia, pois nossa rea bastante acidentada, informa Osvaldo Rodrigues Junior, 43 anos, gerente Agrcola da propriedade.


Na Fazenda Canad, o pulverizador autopropelido da Massey Ferguson trabalhou principalmente com a configurao para gros, mas tambm foi testado na lavoura de cana. uma mquina robusta, rpida e de alta performance. Ela trabalha muito bem. Uma caracterstica que chama a ateno a altura da roda, com aro 46, que diminui o impacto onde tem buraco, pois o raio de giro maior, relata Osvaldo.


Resistncia e flexibilidade. Alm do bom desempenho nas reas acidentadas do Paran, o MF 9030 tambm apresenta alta performance nas grandes lavouras do Centro-Oeste. O chassi Flex Frame, mesmo sistema utilizado no pulverizador Rogator, e a transmisso hidrosttica 4x4 com trao cruzada de trs velocidades garantem flexibilidade, resistncia e maior capacidade de trao nas mais variadas condies de solo e topografia.


Trouxemos a tecnologia Flex Frame do Rogator, equipamento lder de mercado nos Estados Unidos, e adaptamos para as condies da Amrica do Sul. Com o lanamento do pulverizador autopropelido MF 9030, fechamos o ciclo de produtos Massey Ferguson, com mquinas para todas as etapas da lavoura, ressalta Vitor Kaminski, supervisor de Marketing Produto Pulverizadores da AGCO.


Em boas condies, podemos aplicar 600 hectares por dia com o MF 9030. Em 30 dias de uso, constatamos um ganho operacional enorme em funo da possibilidade de trabalhar com vazes de 30 a 100 litros por hectare. O consumo de combustvel foi baixo, entre 14 e 15 litros de diesel por hora, relata Aguinaldo Barbosa Maral, 31 anos, gerente de Produo da Fazenda Cedro em Lucas do Rio Verde (MT).


Na sua avaliao, a grande vantagem do novo pulverizador da Massey Ferguson o sistema automtico de abrir e fechar as sees de barra, pois evita o remonte (aplicar novamente), reduzindo o desperdcio. Ele s aplica onde necessrio. Trabalhamos com velocidades entre 23 a 25 km/h. Duas mquinas dessas dariam conta de todos os 4,1 mil hectares de soja e algodo da Fazenda Cedro, garante Aguinaldo Maral.


Fcil e confortvel

O gerente de Produo da Fazenda Cedro constatou que o MF 9030 tambm trabalha muito bem noite, quando fizeram o controle de elasmo e da lagarta rosca, ambos com hbitos noturnos. O pulverizador autopropelido da Massey Ferguson muito bom, pois facilita o meu trabalho, ressalta Deni Luis Salapata, 35 anos, operador da propriedade que testou um dos seis prottipos.


Com a nova mquina que est sendo lanada no mercado, Deni Salapata aplicou em condies normais entre 500 e 600 hectares por dia na vazo de 30 l/ha e consumo de combustvel mdio de 14 l/h. O operador destaca a transmisso hidro, sem embreagem, o conforto da cabine, com filtro de carvo ativado, e o boto da trava de segurana da barra do pulverizador MF 9030.


A sequncia de operaes acelerar, avanar o joystick, nivelar a barra e ligar a pulverizao muito fcil


No algodo, no precisei ficar contando rua. Ela mesma pinta, mapeando as linhas. Na soja, basta passar uma vez e depois trabalhar com o piloto automtico. Alm disso, a viso na cabine muito boa e os comandos esto bem posicionados, afirma o operador da Fazenda Cedro, no Mato Grosso, local onde no incio do ano a equipe da revista Cultivar Mquinas fez um test drive com o MF 9030.


A revista Cultivar Mquinas testou o novo pulverizador autopropelido MF 9030 desenvolvido pela Massey Ferguson para os mercados da Amrica do Sul no dia 20 de janeiro de 2011. O teste foi realizado em Lucas do Rio Verde (MT) por Jos Fernando Schlosser, 54 anos, professor e diretor do Ncleo de Ensaios de Mquinas Agrcolas da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM):

- Notei algumas coisas que indicam que o MF 9030 vai competir muito forte no mercado. Fiquei impressionado com o chassi, que possui um sistema de articulao que permite usar o produto em vrias situaes. Tambm destaco a trao cruzada das rodas e a articulao e nivelao da barra de aplicao. O motor de 200 cv sobra no equipamento. Com um consumo bastante baixo, um pulverizador de alta performance.


Ergonomia e funcionalidade tambm esto presentes. O campo de viso do operador amplo. Vi muita sensibilidade do equipamento hidrulico. A sequncia de operaes acelerar, avanar o joystick, nivelar a barra e ligar a pulverizao muito fcil. tudo fcil. Fiz o test drive em segunda marcha. Quando chega a 1800 rpm e aciona todo o avano, o pulverizador estabiliza em 27 km/h, o que facilita o trabalho nesta lavoura com tiros longos, tpicos do Centro-Oeste.


A avaliao completa do professor Jos Fernando Schlosser est publicada na revista Cultivar Mquinas. Impressionado com o novo pulverizador MF 9030 da Massey Ferguson tambm ficou o produtor rural Orcival Guimares, 53 anos, um dos proprietrios da Fazenda Cedro, em Lucas do Rio Verde (MT), scio da Boa Esperana Agropecuria junto com o Grupo Bom Jesus.


Precisamos aqui de mquinas que tenham alto rendimento. Plantamos soja em setembro e comeamos a colher no final de dezembro. Nossa janela muito pequena. No algodo, temos que ficar muito atentos, pois a planta muito sensvel. O MF 9030 um equipamento de alta performance, ideal para nossa regio, onde tudo muito corrido, comemora Orcival Guimares.

Chassi Flex Frame

O chassi Flex Frame do Rogator, consagrado pulverizador lder de mercado nos Estados Unidos, foi incorporado ao MF 9030 da Massey Ferguson. Trata-se de um chassi em ao liga estrutural com alta resistncia ruptura fixado com parafusos, sem soldas, o que garante maior flexibilidade e evita trincas na estrutura. Alm disso, os eixos no so rgidos, mas ligados ao chassi por meio de quatro bolsas neumticas (bags), cada uma delas com uma vlvula prpria, o que permite trabalhar em diferentes presses conforme o tipo de terreno que se est pulverizando. Com isso, a mquina capaz de transpor obstculos de at 50 cm sem nenhuma roda perder contato com o solo, permitindo um ngulo de toro do eixo em relao ao chassi de 12. Este sistema exclusivo de chassi absorve as irregularidades do terreno enquanto mantm a estabilidade da barra em maiores velocidades de aplicao, com a mquina sempre na linha de aplicao, proporcionando uma cobertura mais homognea.

Motor e rodado

O MF 9030 trabalha com o motor de seis cilindros AGCO SISU POWER 620DS com potncia de 200 cv (igual ao utilizado na colheitadeira MF 32) e tem vo livre de 1,50 m no eixo mesmo trocando de rodado 380/90R46 para 320/85R38. Estas caractersticas permitem que o equipamento trabalhe em diversas culturas. Para aumentar a durabilidade da mquina, o motor hidrulico nas rodas protegido. A manuteno simples e os atendimentos de campo sero feitos atravs do Instrumento de Diagnstico Eletrnico (leia matria na seo Manual do Operador).

Design, ergonomia e segurana

O design do pulverizador autopropelido MF 9030 o mesmo utilizado nos novos tratores da Massey Ferguson. A servicibilidade, segurana e ergonomia tambm esto presentes. A escada automtica, s desce com o freio de estacionamento acionado.
Como nos tratores, o cap basculante para facilitar e incentivar as manutenes de rotina. Na cabine, com filtro de carvo ativado e ampla viso, h duas telas, uma para a operao da mquina e outra para a pulverizao, o que facilita o trabalho do operador.
Para evitar a contaminao da cabine, a caixa de ferramentas externa. O misturador do produto fica em uma altura ergonmica para evitar desperdcio e a contaminao do operador. Como opcional a Massey Ferguson oferece uma bomba de recarga do produto.

Vazo mnima de 30 l/ha

O pulverizador MF 9030 tem sistema de pulverizao com controle Topcon GX-45 com GPS integrado , tanque de 3 mil litros de polietileno com agitador hidrulico da calda e barras de 24 e 28 metros divididas em 5 ou 7 sees com sistema de amortecimento horizontal (para e arranca) e vertical (durante a aplicao). A altura mnima da barra de 0,55 m e a mxima, de 1,95 m. A vazo mnima de 30 litros por hectare. Um sensor na bomba de pulverizao desliga automaticamente quando esta ficar trabalhando seca por 10 segundos, evitando danos mesma. O equipamento tem controle automtico da altura das barras e fechamento automtico das sesses de barra de fbrica. O MF 9030 pode vir nas verses com barra de luzes ou com piloto automtico hidrulico e tem, entre outros opcionais, o Sistema de Telemetria AGCOMMAND.

MATRIA DE CAPA - Tratores para a silvicultura

Quatro modelos de 140 a 180 cv configurados para trabalhar na silvicultura esto sendo lanados pela Massey Ferguson na Agrishow 2011 em duas verses, agrcola e autocarregvel, ampliando a linha de tratores pesados da Srie MF 7100
Na verso Florestal Agrcola, os quatro modelos ganharam protees inferiores, laterais e no teto da cabine. Os vidros foram substitudos por lexan, material bem mais resistente, o tanque de combustvel de ao e os pneus so florestais.


Alm das protees e dos pneus especiais, a verso Florestal Autocarregvel dos tratores MF 7140, MF 7150, MF 7170 e MF 7180 tm assento giratrio, extenso traseira da cabine, espera para comandos da carreta, pedaleiras de acelerador e freio a ar.
Os tratores de 140 a 180 cv da Srie MF 7100 foram desenvolvidos pela Massey Ferguson para trabalhar de maneira precisa, eficiente, com baixo custo operacional e fcil manuteno nas grandes reas de gros e cana. E agora tambm para a silvicultura.

Compactos

A Massey Ferguson tambm lana na Agrishow 2011 os trs modelos Compactos da Srie MF 4200. Servicibilidade, ergonomia, manobrabilidade e potncia so as principais caractersticas da nova verso dos tratores MF 4265 (65 cv), MF 4275 (75 cv) e MF 4283 (85 cv). Alm do mesmo design moderno da srie, eles tm peso embutido para facilitar as manobras, cmbio de oito velocidades, acionamento lateral da TDA para aumentar o vo livre, TDP com rotao nominal de 540 rpm e sistema hidrulico com capacidade de levante de 2100 kgf.

MUNDO MASSEY FERGUSON - Mquinas em rede

As cores da Massey Ferguson ultrapassam as fronteiras fsicas e invadem a internet com direito a informaes, fotos e curiosidades.

A rede de concessionrias Massey Ferguson, presente em 140 pases, atende todas as regies do planeta. No ambiente virtual, a presena em redes sociais e os sites oficiais completam a interao da fbrica com seus clientes.
Para garantir um alcance global, a marca mantm 18 sites regionalizados que levam as novidades da Massey Ferguson em 11 lnguas. Na web, a linha completa de produtos um dos destaques para os internautas. Outro aspecto muito presente nas pginas da fbrica a relevncia dada s ltimas notcias e novidades de cada mercado.


Redes sociais


Alm de uma oportunidade de relacionamento direto com seus clientes, as redes sociais so tambm um atestado de popularidade da Massey Ferguson. No Twitter, o perfil oficial @MF_Brasil conta com mais seguidores do que a soma de seus principais concorrentes em territrio nacional. O espao de 140 caracteres utilizado para divulgar notcias e curiosidades que sejam interessantes ao homem do campo.


Nem s de frases curtas marcada a presena da Massey Ferguson. No Facebook, um lbum de fotos e as imagens de clientes e admiradores so alguns destaques no perfil da marca no Brasil. Entre pginas criadas por outros usurios, podem ser acessados mais de 90 espaos virtuais dedicados a modelos clssicos ou a sries de sucessos. Tambm no mesmo formato, no Orkut, existem comunidades criadas por usurios. Entre elas, a Eu tenho um Massey Ferguson. O espao utilizado pelos clientes para compartilhar histrias e analisar as novidades no mercado.


Na rede social dedicada ao compartilhamento de imagens, Flickr, os tratores da cor vermelha tambm esto presentes. Com quase 500 imagens no ar, o perfil traz um registro fotogrfico dos principais acontecimentos da marca. Entre os destaques, os lanamentos e eventos como o Prmio Massey Ferguson de Jornalismo. Da parte dos internautas, ao procurar por Massey Ferguson no campo de busca, mais um atestado de popularidade. Podem ser vistas imagens de modelos antigos, novos e at rplicas feitas em blocos de montar de brinquedo.


Cinquentenrio na Web


Para comemorar os 50 anos de fabricao da Massey Ferguson no Brasil tambm na internet, o hotsite
www.massey50anos.com.br rene uma srie de atrativos para os internautas que querem conhecer um pouco da histria do cinquentenrio. Dentro da pgina, os visitantes podem conferir os vdeos enviados pelos clientes e ver as peas publicitrias alusivas data. Para testar os conhecimentos da atuao da marca no pas, a Massey Ferguson preparou um quiz interativo e um espao com a histria e fatos relevantes da relao da fbrica com o pas. Outro destaque do espao virtual a galeria de fotos, que traz uma retrospectiva visual da presena marcante em territrio nacional.

Links

www.massey50anos.com.br
www.massey.com.br/portugues
@MF_Brasil
www.facebook.com/MasseyFergusonBrasil
www.orkut.com.br (Pesquisar por Usurios: Massey Ferguson)
www.youtube.com/masseybrasil
www.flickr.com/masseyferguson

PERFIL - Gigante dos gros

Com um trabalho orientado para a produtividade, a Insolo Agroindustrial deve colher mais de 130 mil toneladas de gros na safra 2010/11


Com 42 mil hectares cultivados na safra atual, em propriedades rurais no Estado do Piau, a Insolo Agroindustrial uma gigante brasileira na produo de gros. Para quantificar o tamanho das propriedades, a rea plantada duas vezes maior do que a extenso da capital mato-grossense e vetor de uma das maiores produes de soja do pas. No local, alm da soja, a empresa colhe ainda milho, arroz de sequeiro e sorgo, sendo que a soja quase toda exportada para grandes mercados globais, incluindo a China. Na safra 2010/11, sero mais de 130 mil toneladas de gros colhidos, dos quais milho, arroz e sorgo tem 100% de sua comercializao feita no prprio Piau e em outros estados da regio Nordeste. Na prxima safra, alm da expanso de rea plantada, a empresa iniciar a produo do algodo em escala comercial, aps seis anos de testes nos campos experimentais da empresa.


O cerrado piauiense foi escolhido como a sede para abrigar as cinco fazendas mantidas pela empresa no Brasil. Salomo Ioschpe, CEO da Insolo, aponta grandes vantagens competitivas na escolha pelo nordeste brasileiro. uma regio que disponibiliza grandes reas com uma pluviometria ideal para gros e fibras, alm de uma topografia plana. Estes aspectos reduzem custos e nos possibilitam resultados efetivos, explica. O gestor da empresa ainda refora o fator logstico, superior ao encontrado em propriedades do centro do pas.


Desde fevereiro, 39 colheitadeiras MF 9790 ATR fazem a colheita da soja que se estende at o final de abril. Nos primeiros meses de trabalho, o rendimento superava as 3,3 toneladas por hectare. Segundo a Embrapa Soja, a mdia nacional na ltima safra (2009/10) foi de 2,9 toneladas. Para obter o ndice, a Insolo investe fortemente em sua frota de mquinas. So aproximadamente R$ 20 milhes por ano na ampliao, atualizao ou renovao do maquinrio. importante que a frota permanea lucrativa, operando nas melhores condies e sempre atualizada em tecnologia, sumariza o CEO. A empresa conta ainda com outras 20 colheitadeiras, 102 tratores, 86 plantadeiras e 14 pulverizadores.


importante que a frota permanea lucrativa, operando nas melhores condies e sempre atualizada em tecnologia


Com uma frota extensa, os critrios so rigorosos na escolha do maquinrio. Acompanhando de perto o cotidiano nas fazendas, o diretor operacional da Insolo, Paulo Marthaus, destaca os critrios bsicos para o planejamento da aquisio de novas mquinas: vanguarda tecnolgica associada funcionalidade da frota, o que estratgico em uma regio de fronteira agrcola.


Marthaus avalia muito satisfatoriamente o rendimento das mquinas da Massey Ferguson em campo. A performance est em sintonia com nossas metas operacionais, e ainda contamos com servios qualificados, treinamentos e assistncia conforme nossas necessidades.


De olho no futuro


Salomo Ioschpe lembra que a primeira propriedade da Insolo tinha 14 mil hectares, com menos de 5 mil hectares cultivados, quando a empresa comeou em 2008, na fazenda Vista Verde. Apenas trs anos mais tarde, na safra 2010/11, as unidades piauienses devem colher 130 toneladas de gros. O CEO j mira o horizonte. Em quatro anos, pretendemos estar colhendo 400 mil toneladas, projeta. O objetivo alcanar a meta com uma ampliao para 120 mil hectares no quadrinio 20 mil a cada ano. Ioschpe ressalta que o volume de gros que est sendo colhido na safra atual eleva a Insolo ao posto de maior produtora de gros do Piau, com 7% da produo no Estado. Desta produo, 80%, equivalente quase totalidade da soja produzida, toma o rumo do oceano e chega a grandes mercados consumidores como a China. O restante consumido pela regio do nordeste brasileiro.


Tambm em um futuro prximo, a Insolo comear o plantio em larga escala do algodo. Nos ltimos anos, a empresa realiza experimentos para um investimento maior na cultura. Alm do algodo, a empresa ainda planta milho, com uma produtividade de 7,2 toneladas por hectare. J no arroz de sequeiro, a empresa tambm supera a mdia nacional de produtividade, com uma marca duas vezes maior, totalizando 3 toneladas por hectare.
Com um trabalho orientado pela produtividade, a Insolo investe tambm em agricultura de preciso. De acordo com o CEO, h um brao tcnico da empresa, a IGA Insolo Gerenciamento Agrcola, voltado ao gerenciamento agrcola. Investimos em agricultura de preciso para ampliar o potencial produtivo dos nossos solos, alm de uma melhor alocao no uso dos fatores de produo indica.


Rendimento mpar, tecnologia Massey Ferguson


 As 39 colheitadeiras MF 9790 ATR em operao no Piau colocam prova o Rotor de Tecnologia Avanada desenvolvido pela Massey Ferguson para sua srie de colheitadeiras da classe VII. Segundo o gerente de marketing do produto colheitadeiras na marca, Roberto Ruppenthal, as colheitadeiras axiais da Massey Ferguson so as nicas no mercado com acionamento hidrosttico do rotor. A caracterstica permite que a velocidade seja ajustada e mantida independentemente das oscilaes de carga do motor, mantendo uniforme a trilha e a separao dos gros, descreve Ruppenthal.


Investimos em agricultura de preciso para ampliar o potencial produtivo dos nossos solos, alm de uma melhor alocao no uso dos fatores de produo


Alm dessa caracterstica, as mquinas so equipadas com o rotor mais longo do mercado, alm de um motor com potncia na medida certa, capacidade plena de alimentao e simplicidade de configurao para as diferentes culturas. Recebendo relatos constantes da operao das mquinas no Piau, Paulo Marthaus atesta: performance 100%, diz. As colheitadeiras deixaram a fbrica da Massey Ferguson em Santa Rosa (RS), equipadas com motor agrcola AGCO Sisu Power Tier III, que atinge uma potncia mxima de 385 cv. O tanque graneleiro tem capacidade para 10.570 litros e, na cabine, alm de todo o conforto com os comandos bem posicionados, o operador tem ampla viso do trabalho de colheita.

TECNOLOGIA AGRCOLA - Fora bruta, mas com economia e durabilidade

Um motor agrcola muito mais do que potncia. Presentes em 100% das colheitadeiras com a marca Massey Ferguson no Brasil e 30% dos tratores, os motores AGCO Sisu Power so prova de que a durabilidade, eficcia e a economia so to importantes quanto a fora bruta.


No desenho dos motores, a fbrica d igual importncia para potncia e economia de combustvel. Para Caio Giaretta, Supervisor Comercial da AGCO Sisu Power, a relevncia de um motor econmico uma demanda que veio do agricultor moderno. O agricultor cada dia mais busca solues de alto desempenho e baixo custo, descreve.


Outro fator muito presente no desenvolvimento dos motores a proximidade com a fbrica da Massey Ferguson. Estamos sempre presentes junto fbrica, para encontrarmos solues tecnolgicas mais adequadas cada aplicao, diz Giaretta. Foi o caso do mais recente lanamento da marca, o pulverizador MF 9030. Esse novo produto, deixa a unidade fabril em Canoas equipado com o motor AGCO SISU POWER 620DS, de 200 cv. Ele foi desenvolvido para garantir um grande desempenho na faixa de rotao de trabalho. Com potncia constante entre 1800 e 2200 rpm se mantm o ritmo de trabalho com menores rotaes do motor, resultando em menor consumo de combustvel, menor custo de manuteno e uma operao mais silenciosa.


Para garantir que rendero no campo, os motores deixam de ser apenas um projeto somente aps uma bateria de testes para garantir a confiabilidade e robustez na integrao dos dois produtos, motor e mquina. Os principais itens avaliados nos testes so: Desempenho da mquina e Performance do Motor (Torque e Potncia), durabilidade estrutural, durabilidade de motor, sistema de arrefecimento, sistema de combustvel, sistema de admisso e escape e sistema eltrico.


O resultado, a robustez que j marca registrada destes componentes. Atualmente existem motores AGCO Sisu Power em campo com mais de 30.000 horas de trabalho, relata Giaretta. A caracterstica rende o slogan da AGCO Sisu Power. Motores robustos por natureza.


Um passo frente


Um dos grandes diferenciais dos motores que equipam o maquinrio da Massey Ferguson que eles deixam a fbrica aptos a operar com 100% de biodiesel (B100).
Para o supervisor de marketing do produto tratores da marca, Everton Pezzi, este recurso do motor antecipa uma tendncia nas lavouras.
 A busca por combustveis renovveis uma realidade e samos na frente com um produto verstil que opera com diesel e tambm est pronto para trabalhar com 100% biodiesel, indica o supervisor.


De acordo com o diretor comercial da Massey Ferguson, Carlito Eckert o atributo ainda no fator decisivo nos negcios. No futuro, o biodiesel se tornar mais competitivo e atraente. Como o maquinrio agrcola um investimento duradouro, o produtor avaliar essa tendncia ao investir, projeta.


A tecnologia destes motores vai alm. Atualmente, a AGCO Sisu Power est desenvolvendo um motor flex, que funciona com diesel e etanol, pensado especialmente para o mercado brasileiro. O novo motor deve estar disponvel a partir de 2012 e ser utilizado em tratores e colheitadeiras da Massey Ferguson. O equipamento est sendo desenvolvido em parceria pelas unidades brasileira e finlandesa da empresa. Na Finlndia, um dos engenheiros da companhia est realizando uma dissertao de mestrado sobre o tema, enquanto no Brasil trabalha-se a parte prtica de injeo eletrnica do sistema.
Os motores flex visam atender a demanda do mercado sucroalcooleiro no Brasil, mas devem ser vendidos tambm no exterior.


Fbrica


A tecnologia toma forma em uma fbrica em Mogi das Cruzes. Segundo o diretor da AGCO Sisu Power, Ricardo Huhtala, para suprir as demandas no pas, foram investidos mais de US$ 8 milhes nos ltimos anos empregados na ampliao da capacidade fabril da planta.


O motor que hoje equipa parte da linha de produtos da Massey Ferguson tem DNA Finlands. O pedigree europeu advm de uma planta na cidade finlandesa de Linnavuori, onde h mais de 60 anos, so produzidos motores a diesel para abastecer o mercado de maquinrio agrcola. A AGCO Sisu Power hoje considerada uma das maiores fabricantes de motores no segmento, mundialmente.


Anualmente, a fbrica produz aproximadamente 6 mil motores para as mquinas da Massey Ferguson.

TECNOLOGIA AVANADA - A telemetria invade o campo

Tecnologia que utiliza a rede mvel de internet e GPS permite o gerenciamento distncia da frota


Vista anteriormente como tecnologia de filmes de fico-cientfica, a telemetria j realidade em propriedades brasileiras. O sistema AGCOMMAND o lanamento da Massey Ferguson que permite um monitoramento detalhado distncia, com posicionamento, desempenho e eficincia operacional de uma mquina em campo.
O sistema usa tecnologia de gravao e transferncia de dados automtica na mquina para assegurar que as informaes sejam transferidas para o escritrio de maneira contnua. Para o coordenador de marketing da rea de solues em tecnologia avanada (ATS), Niumar Aurlio, a facilidade deixa o operador livre de preocupaes com gravao de dados e capaz de se concentrar na operao da mquina da maneira normal.


As informaes compiladas pelo sistema so acompanhadas pelo acesso online do sistema. Alm de monitorar a mquina, o sistema permite a gerao de vrios tipos de relatrio que permitem identificar, quantificar e enderear problemas de logstica e operao, destaca Niumar Aurlio. O programa ainda permite determinar parmetros de operao e ajustar alertas por mensagem em celular caso o equipamento trabalhe fora desses parmetros. Com a aquisio do kit AGCOMMAND, o cliente recebe uma assinatura de trs anos do sistema de rastreio online.


Uma das caractersticas mais marcantes que o equipamento funciona tanto em tratores como colheitadeiras, alm de poder ser instalado em um pulverizador. Uma vez instalado em um trator, em poca de colheita, o equipamento pode ser transferido para uma colheitadeira. A tecnologia intercambivel pode estar presente em todas as fases de uma lavoura, do preparo do solo colheita.


A ferramenta tambm auxiliar a rede de concessionrias da marca. Em mquinas com o sistema ativo, ser possvel tambm verificar os prazos de reviso ou troca de leo. Com este recurso, o produtor poder ser alertado pela concessionria de que momento para uma reviso visando ao aumento do rendimento e da vida til das mquinas.
A tecnologia j uma realidade. Em campo desde 2010, o sistema est sendo utilizado na Fazenda da Lagoa, de propriedade do grupo NKG Fazendas Brasileiras. O diretor do grupo, Stephan Zwick, foi apresentado aos recursos do sistema durante a ltima Agrishow. Levou da feira um convite para um teste na lavoura. Anteriormente, Zwick havia tomado conhecimento da possibilidade em revistas especializadas. Meses mais tarde, os 1857 hectares de caf contam com o auxlio da soluo inovadora para monitoramento distncia.


Localizada em Santo Antnio do Amparo, no interior de Minas Gerais, a Fazenda da Lagoa opera o sistema com um trator MF 265 e um MF 265 Advanced. Para o diretor do grupo, o principal motivo para a adeso do AGCOMMAND a busca pela eficincia. A tecnologia possibilita um controle maior na aplicao de agroqumicos e fertilizantes, rastreabilidade do equipamento, controle de manuteno e a busca de eficincia diria da mquina com comparativo entre elas, sublinha Zwick.


A aposta no sistema j rende frutos e o administrador da propriedade planeja ampliar o nmero de mquinas habilitadas no sistema. Esperamos aumentar gradativamente nossos ganhos na produtividade dos tratores e equipamentos, projeta o diretor.
A novidade foi um dos destaques na edio 2011 da Expodireto Cotrijal. Realizada de 14 a 18 de maro, em No-Me-Toque (RS), a feira contou com demonstraes tcnicas do funcionamento do AGCOMMAND. Os clientes da Massey Ferguson tiveram a possibilidade de verificar o monitoramento de um trator que estava trabalhando na rea de test drive, ao lado do parque de exposies. O conceito tambm esteve presente no Show Rural Coopavel, em Cascavel (PR). No Paran, a novidade chamou ateno at mesmo de clientes de outros pases. Foi o caso de um grupo de produtores do Paraguai que adquiriu um piloto automtico System 150 e mostrou-se curioso e interessado no lanamento.

Pesquisa por edio

Logo AGCO
MASSEY FERGUSON uma marca mundial da AGCO 2011 AGCO All Rights Reserved
Desenvolvido por STAMPA DESIGN